Pac-Man completa 33 anos com direito a novo game, relembre o clássico

Thaylan Melo | 21:34 | 0 comentários

Pac-Man é um dos personagens mais populares de todos os tempos e esta semana completou 33 anos de vida, chegando à vida adulta de forma sadia e com muitos bons jogos. Lançado em 1980 no Japão, e também conhecido como “Come Come” no Brasil, o personagem já soma mais de 30 jogos, entre oficiais e spin-offs. Comemorando o fato, o herói vai ganhar até mesmo um novo jogo e uma série animada em 2013.
Pac-Man clássico completa 33 anos (Foto: Reprodução)Pac-Man clássico completa 33 anos (Foto: Reprodução)
O primeiro Pac-Man saiu em 22 de maio de 1980, nos fliperamas japoneses, e já conquistou de cara o público de lá, por conta de seu visual carismático e jogabilidade viciante. Afinal, quer coisa mais simples e direta do que controlar o herói por um labirinto e escapar dos fantasmas? O game não tinha progressão de tela ou mudança de cenário, mas nem precisava, já que sua diversão estava no fato de ser realmente viciante e isso gerou uma corrida ao topo de ranking de pontuação.
A mecânica é mais simples do que você imagina: basta “comer” todos os pontinhos amarelos que ficam espalhados pelo mapa e não deixar que os fantasmas peguem o Pac-Man. Em alguns momentos, o herói amarelo pode comer pastilhas de superforça e ganhar a capacidade de “comer” seus inimigos por um curto período de tempo. Se for pego pelos fantasminhas, é Game Over na certa.
Game já foi relançado inúmeras vezes (Foto: Reprodução)Game já foi relançado inúmeras vezes (Foto: Reprodução)
Originalmente, o primeiro game foi feito para não ter final, mas era possível ganhar pontos durante um bom tempo, o que fez com que os rankings de Pac-Man se tornassem lendários nas primeiras máquinas disponibilizadas. Isso ocorreu principalmente nos EUA, onde chegou em outubro do mesmo ano, conquistando também jogadores ocidentais.
Hoje, Pac-Man tem jogos em praticamente todas as plataformas e é incansavelmente relançado por sua produtora, a Namco. O personagem gerou sequências e spin-offs diversos, até com personagens secundários, como sua “esposa”, Ms. Pac-Man, que veio no ano seguinte e apresentava a heroína com cor amarela, batom e “lacinho” na cabeça para identificar se tratar de uma personagem feminina.
Ms. Pac-Man era a esposa do herói e ganhou jogo próprio (Foto: Reprodução)Ms. Pac-Man era a esposa do herói e ganhou jogo próprio (Foto: Reprodução)
A mecânica de Ms. Pac-Man continuava a mesma, mas com novos designs para os labirintos, mais cores e um visual repaginado no geral. O principal objetivo do jogo, porém, era justamente atrair público feminino para os fliperamas, que eram, em boa parte, dominado por homens. Até funcionou um pouco, já que Ms. Pac-Man se tornou tão popular quanto seu marido.
A fama cresceu tanto que, nos anos seguintes, a “série” Pac-Man ganhou novos jogos, envolvendo até mesmo outros gêneros e novos membros da família, como Baby Pac-Man (1982), Professor Pac-Man (1983), que era de um gênero de jogo totalmente diferente do original, e até mesmo Pac & Pal, que trazia uma personagem inédita para a saga, Miru, também em 1983.
Pac-Man Adventures é muito bem lembrado por fãs até hoje (Foto: Reprodução)Pac-Man Adventures é muito bem lembrado por fãs até hoje (Foto: Reprodução)
A série começou a ganhar os consoles já em 1981 e fez fama principalmente no Atari 2600, onde até hoje é lembrado como um dos principais jogos do aparelho, ainda que tenha apresentado um visual bem mais simples e limitado do que nos fliperamas da época. Mas, ainda assim, divertia muita gente, já que podíamos jogar no conforto do lar, sem gastar fichas.
Por falar em conforto, Pac-Man resolveu sair da sua “zona de conforto” quando adentrou de vez em outros gêneros, na década de 90. Um dos games mais lembrados pelos fãs nesta época é Pac-Man 2: The New Adventures, lançado no Super Nintendo, Mega Drive e outras plataformas. É uma espécie de jogo de aventura com ação e elementos de quebra-cabeça que agradou não só pela diferença em relação ao clássico, mas também pelos belos gráficos.
Até o Baby Pac-Man já apareceu na série (Foto: Reprodução)Até o Baby Pac-Man já apareceu na série (Foto: Reprodução)
Infelizmente, o que veio depois disso não impressionou. A era 3D não foi boa para o nosso herói, já que muitos jogos foram lançados para consoles como PlayStation, Xbox, Dreamcast, mas nenhum deles foi tão viciante ou divertido quanto os mais antigos. A Namco insistiu em levar seu principal mascote a outros videogames e isso acabou desgastando um pouco a marca.
Por outro lado, o carisma de Pac-Man o manteve vivo no coração dos fãs, que até davam chance spara alguns títulos que eram minimamente interessantes. Jogos como Pac-Man World 3, para PSP, PS2, GameCube e outros, ou até mesmo Pac-Pix, do Nintendo DS, marcaram os fãs por serem diferentes e até certo ponto inovadores.
Championship Edition é um Pac-Man recente que fez sucesso entre os fãs (Foto: Divulgação)Championship Edition é um Pac-Man recente que fez sucesso entre os fãs (Foto: Divulgação)
O retorno triunfal de Pac-Man se deu a partir de Pac-Man Championship Edition, que saiu em muitas plataformas, de consoles a até dispositivos portáteis como tablets e smartphones, e resgatou a jogabilidade, mas com um visual arrebatador de tão moderno. O game não precisou arriscar no 3D, mas nem precisou, já que a alta definição lhe fez muito bem.
Pac-Man Championship Edition fez tanto sucesso que até ganhou variações próprias, como a versão DX, ainda melhor, e Pac-Man Free to Play, que saiu em smartphones e era uma versão gratuita deste novo título. Com Championship Edition a Namco conseguiu acertar de novo e apresentar seu herói para um novo tempo e novos fãs.
Participação especial de Pac-Man em Street Fighter X Tekken (Foto: Divulgação)Participação especial de Pac-Man em Street Fighter X Tekken (Foto: Divulgação)
Mas a história de Pac-Man está longe de terminar. Além de novos possíveis games, o herói sempre faz uma ponta em alguns jogos, como convidado especial ou como “penetra” mesmo. Uma das pontas mais recentes foi em Street Fighter X Tekken, feito em parceria entre a Namco e Capcom. Pac-Man era um dos lutadores do título e veio montado em um Mokujin, personagem da série Tekken. Games como Namco Museum, Mario Kart Arcade GP e Space Invaders também contaram com participações do amarelinho.
Novo game de Pac-Man é inspirado no desenho animado (Foto: Divulgação)Novo game de Pac-Man é inspirado no desenho animado (Foto: Divulgação)
Por fim, os fãs podem aguardar pelo melhor em Pac-Man and the Ghostly Adventures, que sai ainda em 2013 para o PS3, Xbox 360 e Wii U. A aventura vai ser baseada no desenho animado que citamos no início da matéria, então aguarde por gráficos 3D de boa qualidade e uma história cheia de bom humor. Mas vale o aviso, pois não se trata de um game com a jogabilidade antiga, e sim uma nova interpretação da série.
via Tech Tudo

Category: ,

0 comentários