Criador de site de namoradas falsas diz: ‘O que fazemos é legalizado'

Thaylan Melo | 10:49 | 0 comentários


O site "Namoro Fake" se tornou um sucesso e também uma fonte de muita polêmica na Internet brasileira recentemente. A página ganhou muita repercussão positiva e negativa pelo fato de oferecer um serviço bem “diferente” do habitual: perfis falsos de namoradas para usuários do Facebook que não encontram boas opções de relacionamentos na vida real. A discussão em torno do assunto foi tão grande que o site, que oferecia perfis criados aleatoriamente de mulheres que não existiam, agora comercializa só páginas com dados de mulheres que aceitam fornecer suas informações em troca de pagamento.
Namoro Fake oferece namoradas virtuais para usuários do Facebook (Foto: Reprodução/Namoro Fake)Namoro Fake oferece namoradas virtuais para usuários do Facebook (Foto: Reprodução/Namoro Fake)
Em contato com o TechTudo via e-mail, Flávio Estevam, de 32 anos e sócio proprietário do "Namoro Fake", havia destacado que o serviço era totalmente legal e que não existia o risco de a página ser tirada do ar por uma possível quebra de regras do Facebook, já que o site de relacionamentos proíbe perfis falsos.
"Não teremos esse problema, pois os perfis não estão em nosso site ou fan page e não temos nenhum vínculo ou ferramenta com Facebook. Os perfis são criados como um personagem e não são cópias de pessoas reais, como o de muitos artistas famosos. Buscamos sempre seguir os termos de uso do Facebook em cada perfil. Tudo o que fazemos é legalizado", avaliou.
No entanto, pouco depois, o site emitiu uma nota oficial cancelando o serviço de "aluguel" de namoradas fakes. Segundo a empresa, agora a página vai oferecer somente perfis de mulheres de verdade, que tenham se disponibilizado para fornecer dados e fotos para a criação destas páginas no Facebook.
Flávio frisa que serviço é totalmente legal (Foto: Divulgação)Flávio Frisa que serviço é totalmente legal
(Foto: Divulgação)
"Com a grande demanda dos últimos dois dias pelo site ter saído na mídia, os perfis foram esgotados com a quantidade de contratações e resolvemos excluí-los. Tudo porque já estávamos contratando perfis reais de mulheres que nos procuraram querendo prestar o serviço de namorada de aluguel por alguns dias para nossos clientes e ganhar um dinheiro extra. Até o momento temos 28 perfis reais atendendo a fila de clientes", diz o comunicado enviado também por e-mail.
O funcionamento da página, porém, continua sendo o mesmo, independente da mudança de "namorada totalmente falsa" para "mulher de verdade que faz o papel de namorada". E este serviço, de certa forma, pode encontrar um preconceito de boa parte dos internautas que leem sobre o "Namoro Fake". Mas isso não preocupa Flávio, que diz que o importante é que as pessoas entendam que, polêmico ou não, ele tem seu público.
"(O preconceito) Pode existir sim, mas o que precisa ficar claro é que não oferecemos namoro virtual real ou encontros pessoais, pois o nome já diz tudo: “Namoro Fake” (namoro falso, em português). Como qualquer prestação de serviços, nós focamos 100% na qualidade e satisfação dos clientes executando o atendimento com total sigilo. Ainda existe em certa proporção, preconceito com os sites de compra coletiva, cursos online e agência virtual de encontros e namoro. Preconceito existe em diversas áreas humanas e sociais, mas nosso objetivo não é impor uma idéia nem julgar aquele que não se identifica com nossa proposta", observou.
Planos vão de R$ 10 a R$ 99,99
O "Namoro Fake" foi lançado há somente 15 dias e, segundo Flávio, a demanda é maior do que o esperado neste começo. O site funciona de uma maneira bem simples: a pessoa que desejar "contratar" uma namorada virtual falsa só precisa entrar na página e escolher um plano de assinatura. Os valores podem ser de R$ 10 a R$ 99,99 - quanto mais caro, mais interações e mais tempo de "relacionamento" o usuário terá com a "namorada".
"O Namoro Fake oferece um serviço que permite contratar uma namorada fake para o Facebook, com grau de afinidade e período determinado. Após escolher o perfil, que é restrito apenas ao cliente, o próprio usuário define e envia por mensagem restrita, posts e comentários o que a namorada fake irá escrever no seu perfil", comentou Flávio.
Uma das armas do "Namoro Fake" é o sigilo. Flávio explica que não é possível mostrar um exemplo de perfil fake e nem mesmo revelar casos de clientes que fizeram pedidos das namoradas virtuais. Assim, fica mais fácil para o serviço manter a sua credibilidade e ter o respeito de ainda mais novos clientes.
Via Tech Tudo

Category: ,

0 comentários