Pesquisa revela os principais esquemas fraudulentos enviados por emails

Thaylan Melo | 17:46 | 0 comentários


Kaspersky divulgou, nesta terça-feira (30), uma lista com os cinco tipos de fraudes que mais se propagam através dos emails. De acordo com os dados divulgados pela empresa, 3,4% de todas as mensagens trocadas no ano de 2012 contavam com algum tipo de anexo potencialmente perigoso, número que pode se tornar ainda maior com a ajuda dos spams, que representam 74,3% de todo o tráfego de mensagens eletrônicas enviadas em 2012.
Segurança na web (Foto: stock.xchng)A Kaspersky voltou a divulgar a importância das atualizações dos sistemas operacionais, navegadores e dos antivírus (Foto: Reprodução)
O estudo apontou que a engenharia social continua sendo a grande responsável pelo comprometimento de contas e vazamento de dados sigilosos. Geralmente, tendo pessoas próximas como remetentes, uma vez que, normalmente, já foram infectadas e acabam propagando o vírus, as fraudes acabam fazendo com que os usuários se descuidem da segurança por confiarem nos autores das mensagens e caiam nos golpes.
O golpe mais comum, segundo a Kaspersky, é o recebimento de mensagens que se passam por empresas online solicitando a troca da senha pelo usuário. Normalmente, as mensagens informam que a conta foi comprometida e que, para que o usuário possa manter seus dados seguros, deve efetuar o download de um arquivo, através do qual deverá efetuar a troca da senha.
Outro problema recorrente é o envio de falsas mensagens em nome de hotéis e companhias aéreas com a a confirmação de reservas supostamente feitas pela vítima. Ao acessar o link incluído na mensagem, o usuário é levado para uma página falsa que, por sua vez, infecta o computador do usuário através de códigos maliciosos.
Utilizando da emoção das pessoas, os criminosos também têm feito uso de grandes acontecimentos que, normalmente, geram uma grande comoção nacional ou mundial (como acidentes aéreos, atentados, desastres naturais), e enviam mensagens contendo links ou arquivos maliciosos que têm o objetivo de roubar as informações dos usuários.
Usando e abusando da curiosidade e receio alheio, um velho golpe continua sendo muito explorado: o envio de mensagens do tipo “te vi em um vídeo” ou “as nossas fotos ficaram ótimas”. Normalmente (mas não exclusivamente) utilizando as redes sociais para propagar este tipo de conteúdo, os criminosos enviam links para que os usuários baixem os supostos arquivos, ou, em outros casos, levam o usuário para uma página que solicita que o player de vídeo seja atualizado, momento em que o malware é instalado.
Há também uma outra situação em que o usuário fica vulnerável, mas sem que tenha culpa. Grandes sites costumam ser atacados por criminosos com o objetivo de inserirem links maliciosos em suas páginas. Como o usuário confia no site que está sendo acessado, acaba não percebendo que, ao clicar em um link inserido na página legítima, acaba o levando para outros sites com códigos maliciosos ocultos.
A Kaspersky voltou a recomendar que os usuários mantenham os sistemas operacionais e navegadores de seus computadores sempre atualizados, sempre com um bom antivírus instalado e atualizado.
via Tech Tudo

Category: , , ,

0 comentários