Telepresença, o que muda?

Thaylan Melo | 20:37 | 0 comentários



Exploração da linguagem não-verbal

De acordo com trabalhos realizados pelo pesquisador norte-americano Judee K. Burgoon, 60% da comunicação é não-verbal. Este é o vazio que o dispositivo de telepresença quer preencher captando tons, expressões faciais e linguagem corporal: elementos que melhoram a comunicação e a compreensão da mensagem. 

Ganho de produtividade

Dado a valorização da parte não-verbal das trocas, pouca coisa escapa aos interlocutores. A ferramenta favoriza a reatividade, a construção de trocas remotas e a resolução de problemas complexos. Também é um meio de reduzir a utilização de meios de comunicação "demorados", como o e-mail. 

Contenção de custos

O uso corrente do dispositivo limita as idas e vindas dos funcionários entre o lugar de teletrabalho e a empresa. Os custos de transporte são reduzidos e o impacto ambiental é menor. 

Ajuda na tomada de decisão

Nas reuniões estratégicas, os executivos se reúnem em torno de um escritório virtual, ajudando a contextualizar o assunto das discussões. Este ambiente acelera a validação de ideias e a tomada de decisões estratégicas. 

via pt.kioskea

Category:

0 comentários