Microsoft diz ter ajudado a libertar 2 mil PCs usados em cibercrimes

Thaylan Melo | 12:19 | 0 comentários

Segundo a companhia, golpes geraram US$ 500 milhões em prejuízos a bancos

Hackers
Microsoft diz ter liderado uma ação que resultou na libertação de pelo menos 2 milhões de PCs infectados que vinham sendo usados para aplicar golpes. Segundo a empresa, pelo menos US$ 500 milhões foram roubados de bancos ao redor do mundo.

Em entrevista repercutida pela Reuters, Richard Domingues, da unidade de crimes digitais da Microsoft, declarou que essa quantidade de computadores ainda é uma "estimativa conservadora".

A maioria das máquinas problemáticas estava nos Estados Unidos, Europa e em Hong Kong. Elas operavam com Windows piratas já infectados que foram distribuídos pelos criminosos

Em 5 de junho, a empresa trabalhou em conjunto com o FBI e outras autoridades em mais de 80 países para derrubar 1,4 mil redes de computadores maliciosos conhecidos como botnets Citadel.

O sujeito que liderou os ataques é conhecido como Aquabox e é do Oriente Médio. Assim como outros dezenas de envolvidos, ele está foragido.


via olhar digital

Category: , , , ,

0 comentários