Entenda as diferenças entre a bateria do iPhone e a do Galaxy S3

Thaylan Melo | 10:59 | 0 comentários


O iPhone, da Apple, usa bateria de íon-polímero (Li-Po), enquanto o Galaxy S3, da Samsung, usa uma de íon-lítio (Li-Ion). Embora ambas funcionem com íons, há diferenças que trazem benefícios e defeitos para cada um desses modelos. Conheça as baterias do iPhone 5 e do Galaxy S3 neste especial do TechTudo e confira qual celular leva a melhor neste quesito.
Entenda as diferenças entre a bateria de um iPhone e de um Galaxy (Foto: Divulgação)Entenda as diferenças entre a bateria de um iPhone e de um Galaxy (Foto: Divulgação)
Como funciona a bateria do iPhone
A Li-Po, bateria de íon-polímero, é composta por várias camadas recarregáveis que potencializam a descarga de bateria. Justamente por tais divisões, ela pode ser fabricada em diversos tamanhos, sendo um modelo de bateria adaptável ao tipo de circuito ao qual ela será integrada.
Bateria de lítio-polímero, a Li-Po (Foto: Wikimedia Commons)Bateria de lítio-polímero, a Li-Po (Foto: Wikimedia
Commons)
Esse tipo de bateria começou a ser fabricado em meados de 1970, em um sólido eletrolito que parecia plástico, mas se tornou hype nos anos 2000 e hoje é utilizada no smartphone da Apple. A média de preço do Li-Po sobe entre 10% e 30% se for produzida uma bateria mais fina. A questão do custo está diretamente conectada com a necessidade de produzir uma bateria com um tamanho específico.
Além de ser produzida em diversos tamanhos, a Li-Po pode ser colocada em diversos sistemas, como Li-cobalto, NMC, Li-fosfato e Li-manganês. O peso da bateria também influi no tamanho final do celular: o iPhone 5 tem somente 112 g, enquanto o Galaxy S3 tem 133 g, muito por causa da diferença no periférico.
Como funciona a bateria do Galaxy
Bateria de íon-lítio para smartphones, o Li-Ion (Foto: Wikimedia Commons) (Foto: Bateria de íon-lítio para smartphones, o Li-Ion (Foto: Wikimedia Commons))Bateria de íon-lítio para smartphones, o Li-Ion (Foto:
Wikimedia Commons)
A Li-Ion, bateria de íon-lítio, também foi popularizada na década de 1970. Foi implementada pelo químico MS Whittingham, que, nos anos 1970, trabalhava para a Exxon. A bateria depois foi recriada e desenvolvida em instituições como a Universidade da Pensilvânia, em 1977, e a Universidade de Oxford, em 1979. O tamanho deste componente de íon-lítio não é tão maleável quanto o polímero, mas é fabricado por um preço mais acessível.
Por esse motivo, a bateria Li-Ion é implementada em vários dispositivos portáteis, de smartphones a laptops. Uma das vantagens da bateria de lítio é preservar a carga quando o aparelho estiver desligado ou em stand-by. É um uso inteligente da carga do componente.
Qual bateria é a melhor?
A primeira característica relevante para comparar a bateria Li-Po com a de Li-Ion é a descarga de energia. O Li-Ion gasta por mês 8% da carga a 21 ºC, 15% a 40 ºC e 31% a 60 ºC. Se o aparelho estiver desligado, a carga é preservada. Ou seja, o Galaxy S3 tem uma bateria que se sai bastante bem em baixas temperaturas, mas tem a desvantagem de descarregar mais rapidamente quando o aparelho está aquecido. O acabamento de plástico do celular pode ajudar a retardar o processo, mas é natural que o Galaxy aqueça durante o uso.
Por fim, o iPhone é mais efetivo do que o Galaxy em recarga. Se a bateria receber um ciclo inteiro pelo menos uma vez por mês e não for exposta ao sol com frequência, sua eficiência é acima de 90%. O modelo da Samsung, embora preserve mais energia, pode ter a eficiência da recarga reduzida para 80%, mesmo com todos os cuidados.Comparando o Li-Po com o Li-Ion, a densidade energética da bateria de íon-lítio é mais alta, o que pode causar um gasto maior de energia. A variação do Li-Ion é entre 250 W/h até 730 W/h. O Li-Po fica em 300 W/h.
No entanto, a bateria do Galaxy tem uma vantagem que a torna melhor do que o iPhone. Em geral, o Li-Ion não "vicia", assim como as baterias de níquel cádmio (NiCd). Ou seja, não há a necessidade de dar uma carga completa para renovar o ciclo. O Galaxy da Samsung pode receber pequenas cargas, sem resultar em problemas ao periférico.
via Tech Tudo

Category: , , , ,

0 comentários