Inteligência artificial da próxima geração progride pouco devido à falta de hardwares finalizados

Thaylan Melo | 12:58 | 0 comentários

Img_normal
Embora muitos associem a chegada de uma nova geração de consoles meramente a saltos gráficos, não é somente esse aspecto dos jogos eletrônicos que muda com o advento de novos hardwares. Porém, ao menos se depender das palavras de Mark Rubin, produtor de executivo de Call of Duty: Ghosts, os primeiros jogos do Xbox One e PlayStation 4 não devem testemunhar grandes saltos no que diz respeito a inteligência artificial.
Durante a E3 2013, Rubin falou que o principal motivo para isso é a falta de disponibilidade de versões finalizadas dos hardwares dos novos consoles. Segundo o produto, isso obriga os desenvolvedores a adotarem uma postura mais cuidadosa na hora de adicionar recursos aos games que estão sendo desenvolvidos.
“Obviamente estamos em um estágio inicial de desenvolvimento e vamos ter que ver como os consoles se desenvolvem”, afirmou. Segundo o produtor, até o momento as melhorias de inteligência artificiais adicionadas ao game ocorrem somente em algumas situações pré-programas, enquanto os combates ainda se resumem a “atirar em um bando de caras que estão atirando em você”.
Segundo Rubin, podemos esperar mudanças no jogo, mas nada que se mostre realmente revolucionário. Porém, ele se mostrou confiante de que o time responsável por Ghosts está seguindo o caminho mais adequado, embora admita que o trabalho só poderá ser expandido e finalizado quando o estúdio de desenvolvimento receber hardwares finalizados.
Fonte: Official PlayStation Magazine UK, Baixaki Jogos

Category: , ,

0 comentários